Google (GOOG)

História da empresa

O Google começou em 1996 como um projeto de pesquisa. Larry Page e Sergey Brin, estudantes da Universidade de Stanford, desenvolveram seu mecanismo de busca usando o exclusivo algorítimo PageRank, concebido para traduzir os dados de backlink para uma página específica da internet em uma ‘measure of importance’, o que resultava em respostas mais relevantes para a pesquisa. 

Andy Bechtolsheim arriscou e forneceu os primeiros $ 100.000 dólares para este projeto em agosto de 1998, em nome de uma empresa que ainda não existia. O Google foi incorporado em setembro de 1998 e a tacada arriscada de Andy valeu a pena quando as pessoas começar a perceber que o Google devolvia resultados melhores que os outros mecanismos de busca. 

A empresa continuou a crescer, com a primeira oferta pública ocorrendo no dia 19 de agosto de 2004. Hoje o Google está em todos os lugares. A frase “dar um Google” tornou-se uma expressão comum em diversos idiomas. O Google lançou seu próprio navegador da internet, sistema operacional e linha de smartphones. O Google Earth, o Google Drive, o Google Voice, o Adwords e o Gmail são apenas alguns dos serviços oferecidos pelo Google e que dominam o mercado atualmente. 

As ações do Google: O que você precisa saber

  • O Google é negociado na NASDAQ. Em 2004, o preço da oferta pública inicial foi de $ 85 dólares por ação. O Google foi incluído no S&P 500 no dia 31 de março de 2006 e os preços de suas ações subiram 7% de imediato. Em outubro de 2013, o preço das ações fechou acima dos $ 1.000 dólares pela primeira vez. O Google não paga dividendos para seus acionistas, mas seu crescimento rápido e o elevado preço de suas ações fazem dele um investimento muito popular. Os relatórios anuais e trimestrais do Google são um dos elementos mais importantes para considerar na avaliação do desempenho das ações e na previsão do movimento dos preços. 
  • O modelo de negócios publicitário do Google concentra-se no AdWords e no AdSense, que usam o histórico de buscas dos usuários para exibir anúncios adequados. Os rendimentos da empresa também são oriundos da tecnologia de smartphones e outros produtos oferecidos pela empresa, mas o grosso dos seus lucros são originários da publicidade. A capacidade do Google em desenvolver novas fontes de lucros irá determinar seu sucesso futuro.
  • O Google comprou diversas empresas recentemente e a aquisição do Youtube.com em 2006 foi a mais memorável delas. A empresa continua a fornecer tecnologias inovadoras e práticas e não mostra sinais de cansaço. A maior parte dos analistas consideram as ações do Google um grande negócio. 

O Google continua a expandir e dominar, mas só o futuro dirá por quanto tempo a empresa conseguirá manter-se no topo. Todos que desejam operar com ações do Google deverão analisar cuidadosamente as condições de mercado antes de começar a negociar. 

Trade GOOG